domingo, agosto 03, 2008

As provas no Queijos e Vinhos 2008 do Angeloni

Encontrei minhas anotações!!!!! Sabia que estavam aqui em algum lugar. Enquanto me preparo para mais uma maratona de vinhos no DECANTER WINE SHOW repasso os 21 que provei na Feira de Queijos e Vinhos 2008 do Supermercado Angeloni (ver postagem anterior).
Todos eram vinhos simples e de preço relativamente menor, mas alguns se destacam pela relação mais honesta de custo-benefício. Não estão em ordem de preferência:

Honestos:
- Salton Brut
Boca suave, boa acidez. Simples, mas honesto. R$18,90.
- Quinta de Santa Eufêmia Fine Ruby
Aroma frutado, algum álcool e leve citricidade. Boca alcoólica, mas sem grandes incômodos. Simples. R$29,90.
- Aurora Colheita Tardia 2008
Malvasia Bianca/Semillon. Floral, frutas cristalizadas, perfume de panetone e mel. Boca agradável, melhor que em safras anteriores. R$11,90.
- Reserva Miolo Cabernet Sauvignon 2006
Ruby com brilho. Aroma de fruta. Acidez excessiva no paladar. Razoável, compatível com o preço: R$22,90.


Dois vinhos que comprei para tirar a prova em casa:
- Marqués de Turia Bobal 2006
Vinho sem corpo algum, mas sem outros defeitos. Fiquei cismado e tomarei de novo. Se for bom, valerá pelo preço. R$12,90.
- Fusta Nova Moscatel
D. O. Valencia. Aroma intenso, mel, laranja, frutado, floral, algum herbáceo. Boca doce, mel, chocolate branco, muito doce! Remédio, xarope. A intensidade impressiona, tem complexidade, mas penso que talvez a qualidade não seja lá muito boa. Tomarei de novo para tirar dúvidas. R$22,90.

Demais vinhos provados:
- Fortaleza do Seival Tempranillo 2007. Bem mais ou menos.
- Charles de Monterrey 2005. Appellation Bordeux Contrôlée. Frutado, simples, fechado, papelão.
- Salton Classic Tannat 2007. Escuro, bordô. Aroma simples, alguma especiaria. Boca simples, seca.
- Porto Vinzelo Tawny
- Chauderoche 2006. Maison Mallard-Gaulin. Appellation Côtes du Rhône Contrôlée. Aroma de fruta madura, madeira. Cor violácea clara. Não é de todo ruim. Algum amargor, tanino vivo. R$26,90.
- Miolo Seleção 2006. Aromas frutados, framboesa, bom. Em boca é mais ou menos.
- Saurus Cabernet Sauvignon 2005 Patagonia Select. Incrível como os Saurus não me agradam mesmo. Desequilíbrio é a marca da vinícola. R$54,00
- La Hacienda 2004. Vinícola Aurora no Uruguay.
- Verdicchio Di Matelica Soldo 2005. Vinagre de maçã. Fresco, só. R$15,90.
- Santa Ana Cabernet Sauvignon 2007. Bordo violáceo atípico. Aroma defeituoso, incomoda.
- Viña Maipo Shiraz Reserva 2006. R$27,90.
- Salton Classic Tannat. Aguado. R$11,90.
- Castell Chombert Cabernet/Merlot. Doce, vinho de mesa (no sentido ruim da palavra). R$9,79.
- Phebus Malbec 2005. Insite em não me agradar.
- Fostaleza do Seival Tannat 2006. Ao que indicam os provados, a linha não agrada.

2 comentários:

Le Vin au Blog disse...

Leonardo,

Amanhã vamos ao Decanter wine Show aqui no Rio.

ABs.,

QIC disse...

Tirar as dúvidas vai ser bom, sim! Risos... Mas só depois da Decanter Wine Show, não é?
Me resta providenciar o jantar, então!!!