quinta-feira, julho 24, 2008

Velha Vinífera #4 - 12/07/2008 - Sangiovese

A degustação foi realizada na Vino! Batel. Infelizmente, mesmo tendo preparado a degustação, não pude estar presente devido a compromissos profissionais. Os confrades relataram que o primeiro vinho foi o diferencial da noite, mesmo não sendo um Sangiovese da Toscana. Fiquei também muito curioso com o Falesco e pretendo prová-lo em breve.

Agradeço ao pessoal da Vino!Batel por ter recebido muito bem os confrades. Vamos ao material de estudo da noite:

SANGIOVESE
Relembrando um dos vinhos da Escorihuela Gáscon na degustação anterior, vimos que a Sangiovese é uma uva italiana que faz vinhos leves, ácidos e saborosos. Atinge grandes resultados especialmente na Toscana. Os vinhos dela são muito gastronômicos, favorecendo combinações com massas de molho vermelho não tão encorpados, menos condimentados e pratos leves.

TOSCANA
As denominações de origem mais conhecidas são:
Brunello di Montalcino: Região especial em Montalcino de solo argiloso petrificado onde se desenvolveu o clone Sangiovese Grosso. Lá também é feito o Rosso di Montalcino, um vinho ótimo feito de uvas não tão excepcionais como as do Brunello.
Chianti Clássico: produzido na região clássica entre Siena e Firenze.
Chianti Rufina: produzido nas proximidades de Rufina, perto de Firenze(direção nordeste), não confundir com Chianti Rufino de garrafa empalhada e de baixa qualidade.
Chianti Montalbano: produzido próximo a Montecarlo, entre Pistoia e Firenze (direção noroeste).
Colli Fiorentini: produzido nos arredores de Firenze.
Colli Aretini: produzido nas proximidades de Arezzo.
Colli Senesi: produzido próximo de Siena.
Colline Pisane: produzido nos arredores de Pisa.
Montespertoli: área pertencente à Siena, mais ao sul (DOC desde 1997).

Notabilizaram-se na região vinhos produzidos fora das normas das denominações de origem. Muitos desses vinhos “ilegais” são rotulados com a denominação IGT. Ganharam o apelido de Supertoscanos por serem modernos vinhos feitos com percentuais de uvas francesas proibidos pelas regras.

(clique na imagem para melhor vizualizá-la)

VINHOS
FALESCO SANGIOVESE UMBRIA IGT 2006
Segundo a Wine Spectator este vinho apresenta belos aromas de amoras esmagadas e flores num corpo cheio, com taninos bem integrados e final limpo de baunilha e frutado. 13% “Smart Buy”. WS 90 e Robert Parker 90!

ROSSO DEI NOTRI 2006 IGT TOSCANA
A Tua Rita produz vinhos que são avaliados 95 pontos ou mais em todas as publicações mundiais. Este é o vinho mais simples da vinícola, composto por 60% sangiovese cortada por merlot, syrah e Cab. Sauv. Segundo a WS, fresco e limpo, com frutas vermelhas, violeta e mineral. Corpo médio com taninos bem integrados e bom final frutado e mineral. Um pouco curto. 13,5% WS 86.

CAMPO CENI 2003 IGT TOSCANA
Vinho que representa um estilo moderno na linha da vinícola Barone Ricasoli. Desde o século XII se produz parreiras e oliveiras em torno do Castello di Brolio. Este vinho foi descrito pela WS como sendo terroso, com ameixas e folhas secas. Corpo cheio, com final de frutas maduras. Não é para se empolgar, mas um bom vinho. 13,5% WS 82.

Referências na Rede:
http://www.tuarita.it/ – Tua Rita
http://www.estaçãodovinho.com.br/ – artigo de Manuel Luz
http://www.winespectator.com/ – Revista Wine Spectator: avaliações de vinhos e artigos.
http://www.micheleshah.com/ – Michèle Shah – Wine, food and travel writer

3 comentários:

Laércio disse...

Caro Leonardo,
A idéia,inserir mapas da região produtora de vinho é bem-vinda, bem instrutiva, didática. Espero que, sempre que puder, utilize esta ferramenta.
Abço

Rafa disse...

Missión cumplida!
Te compré un regalito, de gala, gala 1.
Abrazos,
Rafa

QIC disse...

Onde estão os posts dos nossos confrades???
Estou curiosa sobre as anotações, pessoal!