quinta-feira, agosto 03, 2006

Vinho Em Família - Chateau Cap de Mourlin

No próximo final de semana o Rafa estará em casa e o Lutero vem para Curitiba. Oportunidade excelente para abrirmos o
CAP DE MOURLIN GRAND CRUS CLASSÉ 1998
que o pai e a mãe trouxeram de Saint-Emilion. Eles solicitaram uma pesquisa sobre o vinho para escolhermos a melhor comida e para sabermos um pouco mais sobre o conteúdo antes de o abrirmos, afinal conhecemos muito as cepas francesas, mas não temos muita litragem dessas uvas na origem devido ao seu preço no Brasil.
Não encontrei referências de quando tomar nossa garrafa, mas as recomendações de safras recentes giram em torno de 5 a 8 anos.

CHATEAU CAP DE MOURLIN

A família Cap de Mourlin está em Saint-Emilion desde 1580. A origem do nome remonta ao século XI ou XII significando capitão dos mouros. O Chateau Cap de Mourlin ganhou o status de Saint-Emilion Grand Crus Classé desde a criação da classificação em 1954.
Em seus vinhedos encontramos 65% de Merlot, 25% de Cabernet Franc e 10% de Cabernet Sauvignon. As barricas são 50% novas e 50% de um ano e a malolática acontece na madeira.
Os vinhos são conhecidos por serem generosos, elegantes e com bouquet desenvolvido, conquistando muito respeito. Os franceses não deixam para trás no hábito de receber suas visitas oficiais e ilustres com vinho e o Chateau Cap de Mourlin já foi oferecido aos autronautas americanos após a ida a Lua, ao então futuro Rei da Espanha Juan Carlos e, mais recentemente, a Vladimir Putin.
Encontrei para vender na finestwine desde a safra de 1928 a US$752,00!
Preço do 1998: US$62,75. (Na França deve ser mais barato.)

CHATEAU CAP DE MOURLIN 1998
A 1855, uma loja de vinhos franceses on line, descreve o 1998 apresentando bouquet soberbo e aberto de frutas vermelhas bem maduras, champignons e notas herbáceas. O corpo é vivo e longo. Um dos clássicos de Saint-Emilion.
Nota 1855: 4/5. Parker: 84. Quarin: 15-15,5/20. RVF:7,5/10.

BORDEAUX
Sobre Bordeaux encontrei os dados abaixo na academia do vinho:
Bordeaux é, sem dúvida, a região vinícola mais prestigiosa da França, e com maior número de vinhos de alta qualidade. Situa-se na região sudoeste, na costa da atlântica da França, junto à foz do rio Gironde e se estende em torno da cidade de Bordeaux que lhe empresta o nome. As mais de 20 sub-regiões AOC de Bordeaux, distribuem-se em torno do "Y" formado pelo rio Gironde e seus afluentes, o rio Dordogne, ao norte, e o rio Garonne, ao sul.
Nenhuma região vinícola do mundo produz tantos vinhos de altíssima qualidade como Bordeaux. A maioria deles são tintos, algumas sub-regiões bordalesas, como Sauternes e Barsac, possuem alguns dos melhores vinhos brancos do mundo. As sub-regiões de Bordeaux são: Médoc, Graves, Sauternes-Barsac, Saint-Emilion, Pomerol, além de Outras menos famosas. Das sub-regiões, apenas as 4 primeiras têm classificações oficiais, e produzem a maior parte dos vinhos superlativos.


SAINT-EMILION (ver o site da ABS-SP)
Está localizada na margem direita do Rio Dordogne, 50 Km a leste da cidade de Bordeaux. As primeiras uvas foram plantadas pelos romanos há mais de 800 anos.
A ordenação dos vinhos segue as leis de Apelação de Origem Controlada (AOC).
Classificação:
1) Em destaque: Saint-Emilion Premiers Grand Crus Classés Chateau Ausone e Chateau Cheval Blanc
2) 10 Vinhos Premiers Grand Crus Classés
3) 64 Vinhos Grand Crus Classés (onde se encontra o Chateau Cap de Mourlin)
4) Grand Crus (a legislação da AOC Saint-Emilion exige 0,5% a mais de álcool)
5) Apelacion Saint-Emilion

PESQUISA FEITA, AGORA É BEBER O VINHO!!!!!!!!!!!!!!!!!
SEMANA QUE VEM, AS IMPRESSÕES PESSOAIS E COLETIVAS.

3 comentários:

Rafa disse...

Eita, super degusta��o ent�o? At� eu vou dar nota pra esse.

Anônimo disse...

Laércio disse.....
Vai dar nota e fazer cara de entendido.

Rafa disse...

Alguém sentiu o som da uva... não fui eu.